Home > Histórico e Perfil Corporativo

Histórico e Perfil Corporativo

Em dezembro de 2011, Pátria Infraestrutura Fundo de Investimento em Participações[1] criou a Oceana Offshore S.A. verticalmente integrada com um estaleiro para atuar no setor de logística e apoio logístico a operações de exploração de petróleo em mar aberto para a exploração e produção offshore no Brasil. A Companhia nasceu com o objetivo de capturar as oportunidades desse segmento baseadas em: (i) franca expansão do mercado com a descoberta das reservas do "pré-sal"; (ii) explorar a demanda por construção de embarcações no Brasil, que é muito superior à capacidade instalada; e (iii) potencial oportunidade de consolidação uma vez que o maior operador do segmento possuía apenas 13% do market share.

Em novembro de 2012, BNDESPar[2] adquire 25% das ações da Companhia com aporte de U$ 60 milhões e Pátria Infraestrutura Fundo de Investimento em Participações passa a deter 75% de participação acionária. Em setembro de 2013 ocorre a aquisição de duas empresas irmãs na Noruega, Vega Chaser AS e Vega Challenger AS, formadas por duas embarcações estrangeiras que já possuíam contrato de operação junto à Petrobras. Chegaram no Brasil em dezembro de 2013 e possuem uptime operacional acumulado maior de 99%.

Em dezembro de 2013 ocorre a aquisição da Companhia Brasileira de Offshore, do Estaleiro Aliança e da CBO Serviços Marítimos, empresas que eram pertencentes ao Grupo Fischer (em conjunto denominadas "CBO").Em operação conjunta à aquisição da CBO, ocorre a entrada da Vinci Partners[3]como acionista da Companhia, com 40% de participação acionária, e em decorrência dessa operação Pátria Infraestrutura Fundo de Investimento em Participações passa a deter 40% das açõese BNDESPar 20% das ações da Companhia. Com essa aquisição, o Grupo passa a adotar o nome "Grupo CBO" mantendo o nome forte que é reconhecido pelo mercado de óleo e gás como um dos líderes de qualidade e performance operacional.

Atualmente o Grupo CBO é um dos maiores grupos nacionais especializado no apoio marítimo às plataformas offshore de exploração e produção de petróleo, através da segunda maior frota do Brasil (33 embarcações), com uma base de apoio com excelente localização estratégica em Niterói (RJ) e um estaleiro com alta capacidade de construção de embarcações com alta tecnologia aplicada em Itajaí (SC).

No segmento de navegação, o foco do Grupo CBO são embarcações de apoio offshore de médio porte, como, por exemplo, Platform Supply Vessels (PSV) e Anchor Handling Tug Supply (AHTS). A performance operacional no segmento de navegação passa por avaliação constante de seu principal cliente, e o Grupo CBO figura de forma consistente entre os líderes em qualidade e performance da referida avaliação, tendo sido avaliado em 2016 como segundo melhor operador de embarcações.

No segmento de construção naval, o Grupo CBO destaca-se pela capacidade de construção e pela tecnologia utilizada nas embarcações. Ao todo o Grupo CBO possui 31 (trinta e uma) embarcações construídas em seus estaleiros. O Grupo CBO possui dois estaleiros, sendo um em Itajaí (SC), numa área de 310 mil m² construídos ao longo de 2013 e 2014 com moderna tecnologia naval e capacidade de construção de até 6 (seis) embarcações por ano; e outro, em Niterói (RJ), e uma filial em São Gonçalo (RJ), com capacidade de construção de 2 (duas) embarcações por ano. Somente em 2018, o Estaleiro Oceana em Itajaí (SC) entregou 5 embarcações do tipo AHTS 18.000, concluindo desta forma seu plano de crescimento.

[1]O Pátria Infraestrutura Fundo de Investimento em Participações é um fundo de investimento em participações sob a forma de condomínio fechado de acordo com a instrução CVM 391 e administrado pela Pátria Infraestrutura Gestão de Recursos Ltda.
[2]BNDES PARTICIPAÇÕES S/A - "BNDESPAR" é uma sociedade por ações, constituída como Subsidiária Integral da Empresa Pública BANCO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL - BNDES e rege-se pelo Estatuto e pela legislação aplicável às sociedades anônimas.
[3]A Vinci Capital Partners II H é um fundo de investimento em participações sob a forma de condomínio fechado de acordo com a instrução CVM 391 e administrado pela Vinci Capital Gestora de Recursos Ltda.